I want to sign up
If you are not yet registered, click here to continue.
languages
log in
subscribe
Galeria Paiva Frade
Auctioneer: Alexandre Paiva Frade
ARISTOCRÁTICOS E ETERNOS
24 de February às 20:30h
25 de February às 20:30h
26 de February às 20:30h
Description
IMPORTANTE: Esse leilão será apregoado A VISTA. MODALIDADES: DEPÓSITO BANCÁRIO. Entre em contato: (35) 3332 4150. No caso de arrematação os valores deverão ser quitados, em até 72 horas, após recebimento do E-MAIL DE COBRANÇA. O não cumprimento do prazo previsto, Leiloeiro dará por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrará sua comissão e a dos organizadores. DÚVIDAS POR FAVOR CONTATE: (35) 3332- 4150.
Categories
Pagination
Sort
Display
70
CÂNDIDO PORTINARI (1903-1962)
“Escravos”
Medidas: 12 x 21 cm
1943
Desenho a carvão, grafite, gouache e aquarela sobre cartão.
Obra encomendada por Raymundo Castro Maya para monumento que seria erguido ao Major Manoel Gomes Acher, na Floresta da Tijuca, Rio de Janeiro. Reproduzido no “Catálogo Raisonné” - Vol. II, pág. 376; “Portinari - A Construção de uma Obra”, Ed. Dom Quixote, pág. 99. FCO 4941
71
Silvia Meyer
“Homenagem a Portinari”
Medidas: 41 x 33 cm.
Início Déc. 30
Retrato de Portinari

MEYER, Sílvia
(1889: Rio de Janeiro, RJ – 1955: idem).

Pintou retratos, naturezas-mortas e figuras. A República estava em seus primeiros anos quando Sílvia iniciou seus estudos artísticos. A participaçăo de mulheres em certames oficiais era quase uma novidade, embora uma pintora sua contemporânea, Georgina de Albuquerque (1885-1962) tenha sido figura de destaque, inclusive chegando na direçăo da Escola Nacional de Belas Artes.

Esta Escola, que sucedeu a Academia Imperial, vivia momentos redefiniçăo de rumos. Em 1911 esse fator só acrescentou o mérito da participaçăo da artista na 18 Exposiçăo Geral de Belas Artes, quando tinha apenas 22 anos. Recebeu Mençăo honrosa, uma das 6 entăo atribuídas e, curiosamente, 3 delas a mulheres: Sílvia, Angelina Agostini e Fédora Monteiro.

1916 – Na Exposiçăo Geral recebeu Pequena medalha de prata, mais uma vez junto com outra artista, Maria Pardos e Henrique Cavalleiro.
1929 – Integrou o 11ş Salăo de Rosário, Argentina.
1931 – Esteve presente no célebre Salăo Revolucionário, no Rio de Janeiro, organizado por Lúcio Costa, quando presidente da Escola Nacional de Belas Artes.
1933 – Fez parte da 2 Exposiçăo da Sociedade Pró-Arte Moderna, em Săo Paulo.
1936 – Expôs no Salăo Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro.
1938 – Participou do 2 Salăo de Maio, em Săo Paulo.
Em 1911, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 26 e 28, participou da Exposiçăo Geral de Belas Artes

Fontes
BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. Săo Paulo Editora, 1942.
FREIRE, Laudelino. Um século de pintura no Brasil. Fontana. Rio de Janeiro, 1983.
LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário Crítico da Pintura no Brasil. p. 323. Artlivre, Rio de Janeiro, 1988.
PONTUAL, Roberto. Dicionário das artes plásticas no Brasil. Civilizaçăo Brasileira. Rio de Janeiro, 1969.
RUBENS, Carlos. Pequena história das artes plásticas no Brasil. Ed. Nacional, Săo Paulo, 1941
97
Antônio Bandeira
“Cidade”
Abstrato. Técnica mista, aguada em nanquim, sobre papel
Medidas: 32 x 47 cm.
No verso carimbo: Antonio Bandeira/ venda / 1969/ Atelier.
Em inscrição: obra original de / Antônio Bandeira / (1922-1967).
Assinado e datado José Roberto Teixeira Leite / 22.5.69
Ex coleção Pedro Paulo Camargo

Antônio Bandeira é um dos mais valorizados pintores brasileiros e tem obras nas maiores coleções particulares em museus do Brasil e do mundo.
Junto com Aldemir Martins, Inimá de Paula fundou o Movimento Modernista de Fortaleza, nos anos 1940.
Em 1946, estuda na École Superieure des Beaux Arts e na Académie de la Grande Chaumière de Paris.
Viveu grande parte de sua vida na França e conviveu com os principais pintores de sua época e junto aos artistas Wols e Bryen criaram o grupo Banbryols, iniciais dos três artistas. O grupo durou de 1949 a 51.
No Brasil, em 1951, divide ateliê com José Pedrosa e Milton Dacosta.
Em 1965 Volta a Paris onde permanece até sua prematura morte aos 45 anos.
98
ISMAEL NERY (Belém, 1900-1934))
"Figuras"
Bico de Pena
Medidas: 16 x 11 cm.
Ass. cie.
Década de 20.


Pintor, desenhista, arquiteto, filósofo e poeta brasileiro de influência surrealista. Em 1909 mudou-se com a família para o Rio de Janeiro. Em 1917, ingressou na Escola Nacional de Belas Artes. Viajou pela Europa em 1920, tendo frequentado a Academia Julian, em Paris. De volta ao Brasil, trabalha como desenhista na seção de Arquitetura e Topografia da Diretoria do Patrimônio Nacional, órgão ligado ao Ministério da Fazenda. Lá conhece o poeta Murilo Mendes que se tornaria seu grande amigo e incentivador de sua obra. Sua obra sofreu, também, a influência metafísica de Giorgio de Chirico e do cubismo de Picasso. Seus temas remetem-se sempre à figura humana: retratos, autorretratos e nus. Não se interessou pelos temas nacionais, indígenas e afro-brasileiros, que considerava regionalistas e limitados. Dedicou-se a várias técnicas aplicadas em desenhos e ilustrações de livros. Foi, também, cenógrafo. Em 1929, depois de uma viagem à Argentina e Uruguai, um diagnóstico revelou que ele era portador de tuberculose, o que o levou a internar-se no Sanatório de Correas, em Petrópolis (RJ), por dois anos. Saiu de lá aparentemente curado. No entanto, em 1933, a doença voltou de forma irreversível. A partir daí, suas figuras tornaram-se mais viscerais e mutiladas. Morreu em 1934, aos trinta e três anos de idade, no Rio de Janeiro. Foi enterrado vestindo um hábito dos franciscanos, numa homenagem dos frades à sua ardorosa fé católica. A obra de Nery permaneceu ignorada do público e da crítica até 1965, quando teve seu nome inscrito na 8ª Bienal de São Paulo, na Sala Especial de Surrealismo e Arte Fantástica. Suas obras foram expostas também na 10ª Bienal de São Paulo. Foram feitas retrospectivas em 1966, no Rio de Janeiro, e em 1984, no MAC-USP.
99
Max Bill
(Winterthur, Suíça, 22 de dezembro de 1908 - 9 de dezembro de 1994)
"Abstração azul"
Gravura a cores, assinada e numerada.
Medidas 54 x 45 cm.
Artista que em 1951 na Bienal de São Paulo, influenciou o movimento concretista brasileiro.

Biografia:
Max Bill foi um designer gráfico, designer de produto, arquiteto, pintor, escultor, professor e teórico do design. Está entre os mais importantes e influentes designers do século XX e do século atual, tendo como principal o concretismo.
Cursou a Academy de Zurique entre 1924 e 1927 e Bauhaus onde é considerado um dos expoentes estilísticos.
Em 1929 abraçou o conceito universalista de arte concreta de Theo van Doesburg com design eprecisão matemática.
Foi professor e diretor da Escola de Ulm e Zurique, e organizador de exposições de arte, particularmente, de arte concreta, durante 1944 e 1960.


100
Kumi Sugai (1919 Kobe - 1996 Paris )
"Quatres balles" 1973.
Medidas: 90 x 90 cm.
Litografia assinada e numerada.

Sugai foi um dos representantes mais importantes da arte contemporânea japonesa e pintura abstrata após a Segunda Guerra Mundial. Ele foi um dos primeiros artistas japoneses a demonstrar as tradições artísticas do Japão de forma consistente no expressionismo abstrato de transposição do tipo ocidental.
Pagination
Contact
Horário de Atendimento: das 12:30h às 17:30h, das 19:00h às 22:00h e em plantão durante os leilões.
Phone iArremate: (35) 99935-4693
E-mail: sac@iarremate.com
Where are we
Pça Ismael de Souza, 11, sala 9H - Estação
São Lourenço - MG
CEP: 37470-000
Plantão durante o pregão
Telefone: (35) 99948-4697
E-mail: suporte@iarremate.com
© iArremate - Portal de Arte (2013-2021) - powered by PPSW
All rights reserved. No part of this web page may be reproduced in any way or by any means without the prior written consent of iarremate.com.
The unauthorized use or copying of any content of this site, including user accounts or products offered will result in permanent account cancellation.