I want to sign up
If you are not yet registered, click here to continue.
languages
log in
subscribe
Galeria Paulista
Auctioneer: Reinaldo Marques da Silva
Grande Leilão GP de Arte e Design Online - Maio
25 de May às 20:00h
Description
Grande Leilão GP de Arte e Design - Online* | Em apoio a Casas André Luiz**
*ESTE LEILÃO SERÁ SOMENTE ONLINE (NÃO ESTARÁ ABERTO AO PÚBLICO PARA VISITAÇÃO). **Parte de toda a renda arrecadada neste leilão será doada pela Galeria Paulista a Casas André Luiz. O QUE É A CASAS ANDRÉ LUIZ, VOCÊ SABE? A Casas André Luiz é uma instituição que atende gratuitamente cerca de 2000 pessoas com deficiências intelectuais e físicas, dependentes de cuidados 24 horas por dia. Além disso, muitas não falam e outras não enxergam e não escutam. 600 delas moram na instituição, algumas há mais de 50 anos. Anualmente, realiza 7,8 milhões de atendimentos e procedimentos. Pela credibilidade e transparência, está entre as 100 melhores ONGs do Brasil para se doar. Alguns números que a Casas André Luiz movimenta todo ano para atender mais de 2000 pessoas: | 7.800.000 atendimentos e procedimentos. | 600 leitos para pessoas com deficiências. | 56.000 atendimentos ambulatoriais. | 1.664.544 medicamentos utilizados.585 toneladas de alimentos. | 1.100.000 roupas lavadas.
Nights
Pagination
Sort
Display
1

INOS CORRADIN - "Menina". Serigrafia S/ Papel. Medidas: 33x25 cm (obra). Série/Tir: 154/160. Assinada à punho pelo artista no CID. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo.

2

ALDEMIR MARTINS - "Galo". Serigrafia S/ Papel. Medidas: 50x35 cm (obra). Série/Tir: 50/100. Assinada na "matriz/chapa" no CID. Edição da Fundação Aldemir Martins "D´apres." com chancela e assinatura de Pedro Martins. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo.

3

DENILSON BANIWA - "Série – Hydrargyrum 80 / What do you eat?". Print - Impressão em Couchê A3. Medidas: 42x30 cm (obra). Assinado e datado "2022" no CID pelo artista. Data: 2022. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo. SOBRE O ARTISTA: Denilson Baniwa, 1984, do povo indígena Baniwa é natural do Rio Negro, interior do Amazonas. É artista-jaguar e atualmente reside no Rio de Janeiro. Seus trabalhos expressam sua vivência enquanto Ser indígena do tempo presente, mesclando referências tradicionais e contemporâneas indígenas e se apropriando de ícones ocidentais para comunicar o pensamento e a luta dos povos originários em diversos suportes e linguagens como canvas, instalações, meios digitais e performances. Vencedor do PIPA Online 2019. Indicado ao PIPA 2019 e 2021. As vezes o desafio não é ocupar posições. Por exemplo, quando as que existem não servem, é necessário criar algo novo. denilson Baniwa é um artista indígena; é indígena e é artista, e seu ser indígena lhe leva a inventar um outro jeito de fazer arte, onde processos de imaginar e fazer são por força intervenções em uma dinâmica histórica (a história da colonização dos territórios indígenas que hoje conhecemos como Brasil) e interpelações a aqueles que o encontram a abraçar suas responsabilidades.

4

ANDREA MENDES e AFOLEGO (Coooperação entre as Artistas) - "Série Casa Vazia Convida". Fotografia em Giclée S/ Papel Algodão Hahnemuhle 308grs. Med.: 30 x 42 cm. Assinada pelas duas artistas. Série/Tir.: 1/50. Ano: 2022. Com moldura tipo caixa na cor preta. 


SOBRE A ARTISTA ANDREA MENDES: Andrea Mendes é brasileira, nascida em Anápolis - Goiás, em 1976. É pintora e fotógrafa e vive em São Paulo. Teve uma galeria de Arte em Brasília, a Andrea Mendes Galeria de Arte, em sociedade com Aurélio Flôres entre 2008 e 2010. Começou no universo da arte atuando como fotógrafa, de tanto escutar que suas fotos pareciam pinturas foi estudar aquarela e hoje se dedica a um trabalho autoral em pintura, se utilizando de várias técnicas, entre elas aquarela, guache, óleo e tinta acrílica, sobre papel e sobre tela. Em 2019 começou a fazer arte urbana, está se especializando na técnica e a cidade de São Paulo já conta com vários muros pintados pela artista. Realizou exposições individuais e coletivas em museus, centros culturais e galerias de arte no Brasil, Holanda, Alemanha, EUA, Portugal e Argentina. Tem trabalhos em coleções públicas e privadas no Brasil, Inglaterra, Holanda, Alemanha, Polônia, França, Portugal, Sri Lanka, EUA e Argentina. Prêmios e Bienais: Foi Selecionada com duas obras para a Bienal Naifs do Brasil - SESC - 2020 Recebeu Menção honrosa no concurso Hasselblad Masters 2008 Finalista no Prêmio SESC Marc Ferrez de Fotografia 2007 Exposições Individuais: Série Casa Vazia - Museu MACRO de rosário - Argentina - Exposição integrante do Festival Internacional de Fotografia - Encuentros Abiertos -Agosto / 2010 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - Centro Cultural Correios - RJ Abril / 2007 Série Retratos de uma luta - Andrea Mendes e Grupo Teatral Pirei na Cenna - Teatro do Oprimido - Galeria Abraço - Lisboa - Portugal -Fevereiro / 2010 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - ECCO - Espaço Cultural Contemporâneo - Brasília - Exposição integrante do FOTO ARTE 2007 e do Festival of Ligh - Brasília - DF - outubro / 2007 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - Galeria da Aliança Francesa de Salvador - BA - Festival A Gosto da Fotografia - BA - agosto / 2007 Série Re-flexos, luz e sombras - Blow Up Gallery - Amsterdam - fevereiro/março/abril / 2007. SOBRE A ARTISTA AFOLEGO: (Carolina de Luiz Folego Silva), 36 anos, conhecida como AFolego atua desde 2013  como artista urbana por meio do Graffiti.  Têm espalhados suas obras tanto na região central como na periferia da cidade de São Paulo e em outros estados do Brasil. Suas personagens falam de ser e viver sendo mulher dentro de um contexto social patriarcal e como isso afeta, todas nós, nascidas sob este aspecto biológico da existência. Já participou de diversas exposições coletivas e eventos de arte urbana. Atua tambem como arte educadora conduzindo oficinas em instituições, ONGs e coletivos independentes. 


 

Bid
R$ 660,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 660,00 (BRL)
Cotações
$ 138.60 (USD)
$ 132.00 (EUR)
$ 16.506,60 (ARS)
5

ALDEMIR MARTINS - "Figura - Série Canudos". Rara Gravura em Metal S/ Papel Hahnemuhle. Medidas: 79x54 cm. Data: 1992. Tir: 27/40. Assinada à lápis pelo Artista no CID. Certificado de Autent. Estúdio Aldemir Martins. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo.

Bid
R$ 500,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 500,00 (BRL)
Cotações
$ 105.00 (USD)
$ 100.00 (EUR)
$ 12.505,00 (ARS)
6

FLÁVIO DE CARVALHO - "Surrealismo". Gravura em Metal S/ Papel. Med.: 65x45 cm (obra), 65x45 cm (quadro). Assinada e datada de "1972" à punho pelo artista no CID. Data: 1972. Com moldura, passepartout, vidro de proteção e foamboard no verso. Estado de conservação: Bom. Cor Fundo: Azul.

7

ELZA O.S. - "Peixes". Óleo Sobre Tela. Med: c.15x22cm (obra), 21x30cm (quadro). Assinado no canto inferior esquerdo. Data: S/D. Com moldura de madeira. Estado de conservação: ótimo.

8

BRANCO, Jadielson dos Santos Lima  (Penedo, Alagoas, 1979) - "Animais Rupestres Imaginários". Acrílica Sobre Tela. Grande Painel Med: 98x160 cm. Assinado e datado "2013" no canto inferior esquerdo. Data: 2013. Estado de conservação: Ótimo. SOBRE O ARTISTA: Nasceu em 1979 na cidade de Penedo-AL, pintor de estilo espontâneo, Branco já teve seus trabalhos expostos em grandes galerias, e recentemente fez um exposição individual na Galeria Von Brusky.

9

CANDIDO PORTINARI - "Malhando o Judas". Rara Serigrafia-Prancha P&B S/ Papel Westerpost. Med: c.53x34 cm (obra), 58x49 cm (quadro). Assinada e datado "57" na "matriz/chapa" no Centro Inferior. Obra do Álbum nº1722 ("Mestres do Desenho" por Carlos Drumond de Andrade, editada pela Cutrix - Data: Déc.60). Com nova moldura em madeira "tipo caixa", com passpartout, vidro de proteção, e foamboard no verso. Estado de conservação: Ótimo.

10

DENILSON BANIWA - "Sapo". Acrílica e Nanquim S/ Papel Cartão. Medidas: 42x30 cm (obra). Assinado e datado "2018" no CID. ANO: 2018. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo. SOBRE O ARTISTA: Denilson Baniwa, 1984, do povo indígena Baniwa é natural do Rio Negro, interior do Amazonas. É artista-jaguar e atualmente reside no Rio de Janeiro. Seus trabalhos expressam sua vivência enquanto Ser indígena do tempo presente, mesclando referências tradicionais e contemporâneas indígenas e se apropriando de ícones ocidentais para comunicar o pensamento e a luta dos povos originários em diversos suportes e linguagens como canvas, instalações, meios digitais e performances. Vencedor do PIPA Online 2019. Indicado ao PIPA 2019 e 2021. As vezes o desafio não é ocupar posições. Por exemplo, quando as que existem não servem, é necessário criar algo novo. denilson Baniwa é um artista indígena; é indígena e é artista, e seu ser indígena lhe leva a inventar um outro jeito de fazer arte, onde processos de imaginar e fazer são por força intervenções em uma dinâmica histórica (a história da colonização dos territórios indígenas que hoje conhecemos como Brasil) e interpelações a aqueles que o encontram a abraçar suas responsabilidades.

11

ANTONIO PETICOV e ANDREA MENDES (Coooperação entre os Artistas) - "Série Casa Vazia Convida". Med.: 40,5 x 53,5 cm. Giclée S/ Canvas Hahnemuhle. Assinada pelos dois artistas. Datada e numerada. Ano: 2022. Esticada em chassis de madeira. SOBRE A ARTISTA ANDREA MENDES: Andrea Mendes é brasileira, nascida em Anápolis - Goiás, em 1976. É pintora e fotógrafa e vive em São Paulo. Teve uma galeria de Arte em Brasília, a Andrea Mendes Galeria de Arte, em sociedade com Aurélio Flôres entre 2008 e 2010. Começou no universo da arte atuando como fotógrafa, de tanto escutar que suas fotos pareciam pinturas foi estudar aquarela e hoje se dedica a um trabalho autoral em pintura, se utilizando de várias técnicas, entre elas aquarela, guache, óleo e tinta acrílica, sobre papel e sobre tela. Em 2019 começou a fazer arte urbana, está se especializando na técnica e a cidade de São Paulo já conta com vários muros pintados pela artista. Realizou exposições individuais e coletivas em museus, centros culturais e galerias de arte no Brasil, Holanda, Alemanha, EUA, Portugal e Argentina. Tem trabalhos em coleções públicas e privadas no Brasil, Inglaterra, Holanda, Alemanha, Polônia, França, Portugal, Sri Lanka, EUA e Argentina. Prêmios e Bienais: Foi Selecionada com duas obras para a Bienal Naifs do Brasil - SESC - 2020 Recebeu Menção honrosa no concurso Hasselblad Masters 2008 Finalista no Prêmio SESC Marc Ferrez de Fotografia 2007 Exposições Individuais: Série Casa Vazia - Museu MACRO de rosário - Argentina - Exposição integrante do Festival Internacional de Fotografia - Encuentros Abiertos -Agosto / 2010 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - Centro Cultural Correios - RJ Abril / 2007 Série Retratos de uma luta - Andrea Mendes e Grupo Teatral Pirei na Cenna - Teatro do Oprimido - Galeria Abraço - Lisboa - Portugal -Fevereiro / 2010 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - ECCO - Espaço Cultural Contemporâneo - Brasília - Exposição integrante do FOTO ARTE 2007 e do Festival of Ligh - Brasília - DF - outubro / 2007 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - Galeria da Aliança Francesa de Salvador - BA - Festival A Gosto da Fotografia - BA - agosto / 2007 Série Re-flexos, luz e sombras - Blow Up Gallery - Amsterdam - fevereiro/março/abril / 2007

Bid
R$ 2.200,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 2.200,00 (BRL)
Cotações
$ 462.00 (USD)
$ 440.00 (EUR)
$ 55.022,00 (ARS)
12

JACQUES MAIL - "Abstração em Vermelho". Óleo Sobre Tela c/ Relevo e Técnica Mista. Medidas: 80x80 cm (obra). Assinado no CID e no verso está assinado e datado de "12/2018". Estado de conservação: Ótimo. O Artista Participou da Bienal de Dauvill na França onde obteve a 2a. colocação e Participou da 9a. Biennale D´arte Internazionale de Roma-Itália em 2012, onde foi 8o. premiado na Categoria Pintura. SOBRE O ARTISTA: Jacques Mail (Jacques André Maillefaud, nasceu em Paris, em 1932). Ingressou na Escola de Belas Artes na capital francesa em 1946 formando-se em arquitetura em 1950. Estudou pintura a partir de 1948 no atelier de André Lhote e escultura com Olav Zadkine. Em 1951 juntou-se com o grupo formado por Nallard, Nathalie Dimitrienko, Georges Ladrey, Gillioli e Serge Poliakof. Ao participar da Bienal de Deauville, França, em 1958, recebeu o primeiro prêmio de composição e o segundo prêmio de natureza morta. Em 1959, abandonou o figurativo e entrou no movimento surrealista, executando gravuras e ilustrações. Mudou-se para o Brasil, fixando-se em São Paulo naquele mesmo ano, quando participou da Bienal Paulista com obras Abstratas. Entre 1985 e 1990 deixou de expor, dedicando-se à decoração e a colecionadores. Em 1994, participou de exposição coletiva na Bienal de São Paulo com Manabu Mabe, Cláudio Tosi, Ianelli, Fukushima e Tomie Ohtake. Entre outras participou de exposições na Petite Galerie, São Paulo e Petite Galerie, Rio de Janeiro (1960), Galerie Garcin, Die, França, Galerie Pierre Benayon, Grenoble, França (1971), Galerie Bernheim Jeune, Paris (1977); Galerie Soleil, São Paulo e Rio de Janeiro (1980); Galeria S.F.S.C. Paulista (1991); Galeria 200, São Paulo (2004); Galeria Spazio Surreale, SP (2007). Participou da 9a. Biennale D´arte Internazionale de Roma-Itália em 2012, onde foi 8o. premiado na Categoria Pintura. Também foi 2o. Colocado na Bienal de Dauvill na França. Possui obras em coleções particulares e oficiais em vários países da Europa, no Brasil e no Museu de Arte do Parlamento de São Paulo.

Bid
R$ 3.800,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 3.800,00 (BRL)
Cotações
$ 798.00 (USD)
$ 760.00 (EUR)
$ 95.038,00 (ARS)
13

FRANCISCO DOMINGOS DA SILVA - "Dragão - Série Animais Fantásticos". Têmpera Sobre Tela, colado s/ placa. Med: c.26x31 cm(obra), 39x45 cm (quadro). Assinada, datada "1978" no centro inferior. Com moldura de madeira.

14

ALDEMIR MARTINS - "Pássaro". Serigrafia S/ Papel. Medidas: 35x25 cm (obra). Série/Tir: 50/120. Assinada na "matriz/chapa" no CID. Edição da Fundação Aldemir Martins "D´apres." com chancela e assinatura de Pedro Martins. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo.

15

DENILSON BANIWA - "Série – Hydrargyrum 80 / What do you eat?". Print - Impressão em Couchê A3. Medidas: 42x30 cm (obra). Assinado e datado "2022" no CID pelo artista e 2020 no CID-prancha. Data: 2020. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo. SOBRE O ARTISTA: Denilson Baniwa, 1984, do povo indígena Baniwa é natural do Rio Negro, interior do Amazonas. É artista-jaguar e atualmente reside no Rio de Janeiro. Seus trabalhos expressam sua vivência enquanto Ser indígena do tempo presente, mesclando referências tradicionais e contemporâneas indígenas e se apropriando de ícones ocidentais para comunicar o pensamento e a luta dos povos originários em diversos suportes e linguagens como canvas, instalações, meios digitais e performances. Vencedor do PIPA Online 2019. Indicado ao PIPA 2019 e 2021. As vezes o desafio não é ocupar posições. Por exemplo, quando as que existem não servem, é necessário criar algo novo. denilson Baniwa é um artista indígena; é indígena e é artista, e seu ser indígena lhe leva a inventar um outro jeito de fazer arte, onde processos de imaginar e fazer são por força intervenções em uma dinâmica histórica (a história da colonização dos territórios indígenas que hoje conhecemos como Brasil) e interpelações a aqueles que o encontram a abraçar suas responsabilidades.

16

URBANO MENA (Santigo/Chile-1954). "Abstração em Azul". Óleo Sobre Tela. Med: 50x60 cm (obra), 78x67 cm (quadro). Assinado e Datado "80" no CIE. Com Moldura de madeira. Sobre o Artista: Urbano Mena, artista Chileno radicado no Brasil.

Bid
R$ 450,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 450,00 (BRL)
Cotações
$ 94.50 (USD)
$ 90.00 (EUR)
$ 11.254,50 (ARS)
17

RUY PEREIRA "Arte Rupestre, Estudo para Painel Estação Metrô Ipanema-RJ". Óleo Sobre Tela. Med. 60,5 x 15,5 cm (obra), 68x22 cm (quadro). Assinado, titulado, datado e localizado no verso. Data: 2009-2010. Com moldura em madeira. Estado de conservação: Ótimo. RUY PEREIRA foi o artista e pintor responsável pelas pinturas rupestres no Metro de Ipanema-RJ.

Bid
R$ 680,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 680,00 (BRL)
Cotações
$ 142.80 (USD)
$ 136.00 (EUR)
$ 17.006,80 (ARS)
18

ALDEMIR MARTINS - "Gato". Linda Escultura em Acrílico Transparente. Medidas: 29x27x10. Série/Tir: 40/60. Assinada no CID. Certificada no verso com chancela e assinatura de Pedro Martins, Edição da Fundação Aldemir Martins "D´apres." Estado de conservação: Ótimo.

19

PALATNIK, ABRAHAM - "Girafa". Grande Escultura. Medidas: c.33x14 cm. Déc.70. Rara escultura/arte cinética produzida em resina de poliéster com filme multicolorido na sua parte interna. Estado de conservação: bom estado, sem lascados ou bicados. Obs: Ñ/Assin.

20

PALATNIK, ABRAHAM - "Flamingo". Grande Escultura, Assinada "Pal". Medidas: c.35x24 cm. Déc.70. Rara escultura/arte cinética produzida em resina de poliéster com filme colorido na sua parte interna. Estado de conservação: bom estado, sem lascados ou bicados.

21

RUBEM LUDOLF - "Geometria". Serigrafia S/ Papel. Medidas: 40x70 cm (obra). Série/Tir: 9/40. Assinada à punho pelo artista no CIE. Sem moldura (nunca emoldurada). Estado de conservação: Ótimo.

21a

FULVIO PENNACCHI - "S/ TÍTULO". Aquarela Sobre Papel. Medidas: 16x15 cm (obra), 27x27 cm (quadro). Assinado e datado "84" no CID. Com moldura, paspartout e vidro de proteção. Estado de conservação: Bom, possui alguns pontos de acidez.

22

OSWALDO GOELDI - "Iemanjá, Dona dos Mares e da Savana*". Xilogravura S/ Papel de Arroz. Med.: c.28x20 cm (obra), 21,5x13,5 cm (MI), 46x39 cm (quadro). Série/Tir. 9/100. *Desenho para Ilustrar o Livro "Mar Morto" de Jorge Amado, (pg.3). Assinada por Sérgio Rabinovitz. A impressão póstuma desta edição das xilogravuras foi feita pelo Sérgio Rabinovitz à partir das matrizes  originais do artista, que faleceu durante a finalização da edição. Com moldura de madeira, passepartout e vidro de proteção. Data: S/D. Estado de conservação: bom, possui peq manchas na parte branca do papel, conforme imagens.

23

ANDREA MENDES - "Iluminuras", da série Croma. Giclée Sobre Canvas 100% Algodão 430grs. Med: 22x29 cm (obra), 30x40 cm (quadro). Assinada e com a Marca d´água artista no CID. Série/Tir. PA. Com moldura tipo "caixa", na cor branca e vidro frontal de proteção. Estado de Conservação: Ótimo, SOBRE A ARTISTA ANDREA MENDES: Andrea Mendes é brasileira, nascida em Anápolis - Goiás, em 1976. É pintora e fotógrafa e vive em São Paulo. Teve uma galeria de Arte em Brasília, a Andrea Mendes Galeria de Arte, em sociedade com Aurélio Flôres entre 2008 e 2010. Começou no universo da arte atuando como fotógrafa, de tanto escutar que suas fotos pareciam pinturas foi estudar aquarela e hoje se dedica a um trabalho autoral em pintura, se utilizando de várias técnicas, entre elas aquarela, guache, óleo e tinta acrílica, sobre papel e sobre tela. Em 2019 começou a fazer arte urbana, está se especializando na técnica e a cidade de São Paulo já conta com vários muros pintados pela artista. Realizou exposições individuais e coletivas em museus, centros culturais e galerias de arte no Brasil, Holanda, Alemanha, EUA, Portugal e Argentina. Tem trabalhos em coleções públicas e privadas no Brasil, Inglaterra, Holanda, Alemanha, Polônia, França, Portugal, Sri Lanka, EUA e Argentina. Prêmios e Bienais: Foi Selecionada com duas obras para a Bienal Naifs do Brasil - SESC - 2020 Recebeu Menção honrosa no concurso Hasselblad Masters 2008 Finalista no Prêmio SESC Marc Ferrez de Fotografia 2007 Exposições Individuais: Série Casa Vazia - Museu MACRO de rosário - Argentina - Exposição integrante do Festival Internacional de Fotografia - Encuentros Abiertos -Agosto / 2010 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - Centro Cultural Correios - RJ Abril / 2007 Série Retratos de uma luta - Andrea Mendes e Grupo Teatral Pirei na Cenna - Teatro do Oprimido - Galeria Abraço - Lisboa - Portugal -Fevereiro / 2010 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - ECCO - Espaço Cultural Contemporâneo - Brasília - Exposição integrante do FOTO ARTE 2007 e do Festival of Ligh - Brasília - DF - outubro / 2007 Série Re-flexos, luz e sombras - Fotografia e Psicanálise - Galeria da Aliança Francesa de Salvador - BA - Festival A Gosto da Fotografia - BA - agosto / 2007 Série Re-flexos, luz e sombras - Blow Up Gallery - Amsterdam - fevereiro/março/abril / 2007.

Bid
R$ 480,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 480,00 (BRL)
Cotações
$ 100.80 (USD)
$ 96.00 (EUR)
$ 12.004,80 (ARS)
24

PALATNIK, ABRAHAM - "Cabeça de Cavalo". Grande Escultura, Assinada "Pal". Medidas: c.27x23 cm. Déc.70. Rara escultura/arte cinética produzida em resina de poliéster com filme preto na sua parte interna. Estado de conservação: bom estado, sem lascados ou bicados.

25

BRUNO GIORGI - "Fiandeira". Escultura em bronze patinado. Medidas: c.72 cm Alt. (escultura). Assinada "B.G" no próprio bronze. Base em mármore negro rajado. Estado de conservação: ótimo. 

Bid
R$ 4.500,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 4.500,00 (BRL)
Cotações
$ 945.00 (USD)
$ 900.00 (EUR)
$ 112.545,00 (ARS)
26

TITO DE ALENCASTRO - "Composição Brasilindígina 163". Óleo Sobre Tela colado sobre placa. Med: 100x40 cm (obra). Assinado no CID. Ano: 1985. Procedência: Galeria Grifo, com cachet/etiqueta no verso do Marchand e procurador do artista Sr. Yur Fogaça. Apresenta Certificado de Autenticidade emitido pela Galeria Von Brusky. Estado de Conservação: Ótimo. 

27

ENZO FERRARA - "Masp e Tunel 9 de Julho - SP". Óleo Sobre Tela. Med.: 40x50 cm (obra), 54x64 cm (quadro). Assinado e datado "19" no CID. Ano: 2019. Com bela moldura de madeira. Estado de conservação: Ótimo.

Bid
R$ 900,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 900,00 (BRL)
Cotações
$ 189.00 (USD)
$ 180.00 (EUR)
$ 22.509,00 (ARS)
28

ALFREDO VOLPI - "Fachada". Grande Gravura-Serigrafia S/ Papel. Med: c.90x45 cm (obra), 105x65cm (quadro). Assinada à punho pelo artista no CID. Série/Tir: 63/120. Com moldura nova, passepartout, vidro de proteção e foamboard antimofo no verso. Estado de conservação: Bom, peqs. marcas/tempo.

Bid
R$ 1.700,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 1.700,00 (BRL)
Cotações
$ 357.00 (USD)
$ 340.00 (EUR)
$ 42.517,00 (ARS)
29

DIONISIO DEL SANTO - “Figura”. Têmpera e Óleo Sobre Tela. Medidas: 81x65 cm (obra). Data: 1979. Assinado no CID e Verso. Titulado, datado e assinado no verso. Com moldura de madeira. Estado de conservação: Ótimo.

Bid
R$ 5.000,00 (BRL)
be the first to bid
Valor do lote
R$ 5.000,00 (BRL)
Cotações
$ 1,050.00 (USD)
$ 1,000.00 (EUR)
$ 125.050,00 (ARS)
Nights
Pagination
institutes
support
Contact
Horário de Atendimento: das 12:30h às 17:30h, das 19:00h às 22:00h e em plantão durante os leilões.
Phone iArremate: (35) 99935-4693
E-mail: sac@iarremate.com
Where are we
R. Heitor Modesto, 28 - Estação
São Lourenço - MG
CEP: 37470-000
Plantão durante o pregão
Telefone: (35) 99948-4697
E-mail: suporte@iarremate.com
© iArremate - Portal de Arte (2013-2022) - powered by PPSW
All rights reserved. No part of this web page may be reproduced in any way or by any means without the prior written consent of iarremate.com.
The unauthorized use or copying of any content of this site, including user accounts or products offered will result in permanent account cancellation.