I want to sign up
If you are not yet registered, click here to continue.
Ernest PAPF
(o retratista oficial da Familia Real)
Retrato Eufrásia Teixeira Leite
Vassouras, 1850 – Rio de Janeiro, 1930
Primeira investidora financeira brasileira.
Medindo 48 x 38 cm.
Óleo sobre tela.

SOBRE ERNEST PAPF
Karl Ernst Papf
Retratista oficial da Familia Real
Dresden, 1833 – São Paulo 1910
Estudou na Academia de Dresden uma das melhores do mundo até os dias atuais.
No Império Brasileiro recebeu encomendas oficiais para retratar a família imperial, o que e consolida sua reputação como retratista oficial do Brasil.
Suas obras eram muito caras, acessíveis à apenas aristocratas e comerciantes muito abastados.
No início da República, mudou-se para São Paulo, onde tornou-se rapidamente no mais requisitado e prestigiado da sociedade, retratando endinheirados e novos dirigentes republicanos - como Duprat em 1903.
Em 1980, o Museu Imperial e a Pinacoteca do Estado de São Paulo realizaram retrospectivas em sua homenagem.

SOBRE Eufrásia Teixeira Leite:
Vassouras, 1850 – Rio de Janeiro, 1930
Primeira investidora financeira brasileira.
Consta ter sido a primeira mulher a entrar no recinto da Bolsa de Valores de Paris.
Após a perda dos pais, Eufrásia e sua irmã, Francisca Bernardina, administraram a herança, multiplicando uma fortuna que poderia comprar 1.850 quilos de ouro. Aos padrões atuais, Eufrásia seria bilionária.
Sua herança equivalia, na época, a metade da dotação pessoal do imperador D. Pedro II para um ano.
Nas décadas de 1870 e 1880, Vassouras já entrava em decadência pelo esgotamento do solo e ao envelhecimento dos escravos.
As irmãs partiram, em 1873, para residir em Paris pois, ao invés de fazendas de café, possuíam apólices de títulos da dívida pública do Empréstimo Nacional de 1868, ações do Banco do Brasil, depósitos bancários, títulos de crédito de pessoas.
Além de bem-sucedida rentista, foi também filantropa e uma mulher independente que viveu a vida conforme as suas escolhas.
Eufrásia teve um romance com o abolicionista Joaquim Nabuco. O romance ocorreu na Europa, onde Eufrásia tinha interesses financeiros e mundanos, enquanto Nabuco, porém, tinha ambições políticas no Brasil.
Eufrásia integrou o círculo das amizades mais próximas de Dona Isabel de Bragança, princesa imperial do Brasil, quando no exílio na França e, legou praticamente toda a sua fortuna para obras de caridade, de instituições da cidade de Vassouras.
R$ 18.000,00
DÉCIO VILLARES (1851-1931) - Pintor responsável por executar a primeira pintura da bandeira do Brasil.
Escultura em bronze: "República".
Medidas: 21 x 19,3 x 11,4 cm. com base; 18 x 16 x 10 cm. (escultura).

Décio Villares em muito explorou o tema da República: Nesta representação rara em bronze, observamos uma senhora com o os seios à mostra, remetendo-nos a Mariane - Representação da República Francesa posta a sanar a fome do povo.

BIOGRAFIA: Em 1889, Benjamin Constant, ministro da Guerra da República Velha, aprovou a arte final, que serviu de base à pintura a óleo de Villares. Esta foi molde para que as costureiras confeccionassem as primeiras bandeiras da República.

Os republicanos, defendiam a separação de Estado e Igreja e apoiaram o desenho da Bandeira Nacional, concebido por Raimundo Teixeira Mendes em novembro de 1889, após a Proclamação da República. Os rascunhos foram feitos em dois papéis, sendo que Décio Villares foi o responsável pelo desenho da esfera, onde vem as estrelas e os dizeres "Ordem e Progresso".
Em 2010, foi furtada. A Polícia Federal e a Interpol foram acionadas, mas a obra até hoje não foi recuperada.
Filho de um monarquista detentor do título de Cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa, garantiu-lhe a entrada no Colégio Pedro II e depois na Academia Imperial de Belas Artes, onde matriculou-se na principal instituição de ensino superior em Artes Plásticas do país, relevante para a vida cultural do Império.
A partir 1870, Villares foi caricaturista na Comédia Social, publicada por Pedro Américo e seu irmão Aurélio de Figueiredo. Posteriormente, Aurélio e Villares trabalharam juntos no atelier de Pedro Américo em Florença.
Estudou na Europa por nove anos no exterior, tendo em 1872, quando foi para Paris e matriculou-se no atelier de Alexandre Cabanel, artista francês dos mais influentes na pintura acadêmica e opositor dos impressionistas - era o preferido de Napoleão III.
Villares foi premiado no Salão de Paris de 1874, ganhando a medalha de ouro de melhor pintura de artista estrangeiro.
Em sua estadia em Paris, Villares, deixa o catolicismo e afirma-se na perspectiva positivo-materialista inaugurada pelo filósofo Auguste Comte e, pinta a obra Virgem da Humanidade para o Templo Positivista de Paris. O positivismo torna-se uma constante na sua obra, inclusive o lema "Ordem e Progresso", que usou na bandeira nacional.
Por suas ideias positivistas, se recusa a se naturalizar francês, e perde o cargo de professor da Académie des Beaux-Arts de Paris, conquistado em concurso.
Regressado ao Brasil em 1881, trabalhou esculturas e vários bustos de personagens históricas.
Após seu retorno da Europa, Villares juntamente com Aurélio de Figueiredo recebem uma grande encomenda oficial: 18 telas retratando índios Botocudos para a Exposição Antropológica de 1882, no Museu Nacional com a presença do imperador, D. Pedro II, e da princesa Isabel.
Em 1887, foi eleito professor de pintura histórica na Academia Imperial de Belas Artes, mas nunca assumiu, pedindo inclusive a extinção da Academia de Belas Artes.
Morreu considerado insubordinado recusou o cargo de professor na Ècole de Beaux Arts de Paris e, ao voltar ao Brasil, na Escola Nacional de Belas Artes.
No Museu Nacional de Belas Artes se encontram 22 trabalhos de Villares.
No dia seguinte à sua morte parte de suas obras é incendiada por sua esposa, que num acesso de loucura ateou fogo em seu ateliê.
R$ 2.800,00
TAPETE BOLSA CAMELO:
Ok-Bash ou Tekke Torba, Turcomenistão.
Tecelagem manual tribal. Lã sobre lã.
MEDIDAS: aprox. 117 x 78 cm.
Peso: 5,162 kg.
R$ 1.800,00
WELCOME TO THE GALLERIES, AUCTIONS IN BRIEF
Em cada galeria
partners
visit
Contact
Horário de Atendimento: das 12:30h às 17:30h, das 19:00h às 22:00h e em plantão durante os leilões.
Phone iArremate: (35) 99935-4693
E-mail: sac@iarremate.com
Where are we
Pça Ismael de Souza, 11, sala 9H - Estação
São Lourenço - MG
CEP: 37470-000
Plantão durante o pregão
Telefone: (35) 99948-4697
E-mail: suporte@iarremate.com
© iArremate - Portal de Arte (2013-2021) - powered by PPSW
All rights reserved. No part of this web page may be reproduced in any way or by any means without the prior written consent of iarremate.com.
The unauthorized use or copying of any content of this site, including user accounts or products offered will result in permanent account cancellation.