Quero me cadastrar
Se você ainda não está cadastrado no iArremate, clique aqui para continuar.
Errol Flynn Galeria de Arte
Leiloeiro: Errol Flynn Lopes Pereira dos Reis
Leilão de Setembro
18 de Setembro de 2018 às 20:30hs
Categorias
Noites
Paginação
Ordenar
Exibir
84
RICARDO FERRARI - Em Um Dia Qualquer - 100 x 150 cm – OST - Ass. CID e Dat. 2010
85
ALCIDES MARQUES - Entre Montanhas – 80 x 120 cm – OST – Ass. CIE e Dat. 2015
86
PEDRO GUEDES - Rio – 80 x 100 cm – OST – Ass. CID e Dat. 2012
87
PEDRO CORREIA DE ARAÚJO - Nu Feminino – 43 x 31 cm - OSM – N/A – Década de 30/40
“Pedro Correia de Araújo discutiu questões culturais, fez escolas, teve alunos, participou de salões, viveu em mais de um local, pretendeu novos conceitos e idéias. Ele foi pintor, desenhista, professor e teórico. (...) Brasileiro, de tradicional família pernambucana, nasceu em Paris, em 1881. Formou-se em Direito, em Recife. Retornou a Paris para estudar arte, abandonando a carreira jurídica. (...) Toma parte em movimentos de vanguarda. Em 1917, assume a direção da Academia Ranson, na ausência de Maurice Denis convocado para o serviço militar. Funda, depois, a sua própria escola de orientação renovadora. Em 1929 retorna ao Brasil. (...) Aqui ele teve a mesma paixão, o mesmo amor à polêmica e à formação de novos valores, dentro de uma linha artística renovadora. Foi amigo, entre outros, de intelectuais e artistas importantes, como Portinari, Guignard, Di Cavalcanti, Lúcio Costa, Cícero Dias, Manuel Bandeira, Carlos Drummond de Andrade, Aníbal Machado, Ismael Nery. (...)” “(...) Pedro Correia de Araújo, ainda que amigo de Matisse e de outros grandes artistas europeus, conservou a sua visão cultural. Além disto, ele é um homem de conhecimento. Desta maneira, o seu interesse está em identificar e pesquisar os assuntos que lhe eram importantes.(...). O seu trabalho é íntegro, sem concessões às convenções e aos desejos de uma nascente burguesia urbana brasileira.(...).” Jacob Klintowitz, Crítico de Arte Texto recortado e extraído do catálogo da exposição individual realizada pela Galeria de Arte André em 1981 em São Paulo/SP “Em parte por viver em trânsito, entre a Europa e a América do Sul, em parte por seu espírito livre e independente, avesso a “cerrar fileiras” ao lado de grupos e movimentos, Pedro Correia de Araújo (1881-1955) passou ao largo das grandes narrativas da história da arte – seja a vanguarda representada pelos Nabis, na França, país no qual trabalhou até quase cinquenta anos de idade, seja o modernismo no Brasil, para onde voltou no final da década de 1920. Radicado em Paris desde 1910, fazia parte do importante circuito das academias livres, criadas na segunda metade do século 19 em oposição às rígidas regras da Escola Nacional de Belas Artes, que não permitia a entrada de mulheres ou estrangeiros. O artista atuou em uma das mais vibrantes dessas escolas à época, A Académie Ranson, onde se reunia o grupo dos Nabis, composto por Maurice Denis (1870-1943), Paul-Élie Ranson (1864-1909), Ker-Xavier Roussel (1867-1944), Paul Sérusier (1864-1927) e Édouard Vuillard (1868-1940). Correia de Araújo, no entanto, não se associou formalmente a eles, apesar de manter amizade com Denis e outros que viriam a se tornar grandes nomes da história da arte, como Diego Rivera (1886-1957) e Henri Matisse (1869-1954), com quem se correspondia.” Fernando Oliva, Curador do MASP Texto recortado e extraído do livro da exposição individual “Erótica”realizada pelo MASP em novembro/2017.
88
MARIA HELENA ANDRÉS - Cidade – 50 x 100 cm – AST – Ass. PI e Dat. 2012
91
MODESTO BROCOS - Camponesa – 72 x 47 cm – OST – Ass. CID e Dat. 1880
92
CARLOS BRACHER - Rosas - 92 x 72 cm - OST - Ass. CID e Dat. 2015
93
ENRICO BIANCO - Nus – 70 x 50 cm – OST Ass. CIE e Dat. 2006 “Quanto mais vejo o corpo, mais o sinto existente em si mesmo, proprietário de um segredo, um sentido – labirinto particular, alheio ao ser precário. Cada corpo é uma escrita diferente e tão selada em seu contorno estrito que a devassá-la em vão se aflige a mente: não lhe penetra, na textura, o mito. Trabalho eterno: a mão, o olhar absorto, no gesto fulvoe nu da moça andando como flor a mover-se fora do horto. Só o pintor conhece como e quando o corpo se demonstra na pureza que é negação de tempo e de tristeza.” Carlos Drummond de Andrade (A esse mestre da pintura como arte de transcendência do real e da vitória sobre o tempo, deixo aqui a minha homenagem nestes versos que me provocou a contemplação de um de seus nus femininos) Trecho extraído do livro “A Arte de Enrico Bianco, Léo Christiano Editorial, apresentação de Pietro Maria Bardi, 1982
94
CARLOS SCLIAR - Flores Amarelas – 56 x 37 cm - VCEST – Ass. CID e Dat. 1979
95
CARLOS SCLIAR - Rosas Vermelhas e Brancas – 56 x 37 cm - VCEST – Ass. CIE e Dat. 1980
96
EDUARDO SUED - Homenagem a Mondrian – 100 x 170 cm – OST – Ass. Verso e Dat. 2015 “Eduardo Sued é o grande desinibidor das linguagens abstratas, de origem construtiva, na pintura moderna brasileira. Em suas mãos essas linguagens alcançam uma fluência inédita, um sofisticado discernimento estético junto à indispensável relativização histórica, alcança, enfim, uma perfeita aclimatação...”. Ronaldo Britto
97
RODELNÉGIO - Missa na Amazônia – 50 x 60 cm – OST - Ass. CID e Dat. 1991
98
LORENZATO - Lavadeira – 25 x 20 cm – OSM - Ass. CID e Dat. 1973
99
JOSÉ ASSUNÇÃO - Cena Rural – 34 x 61 cm – OSE – Ass. CID e Dat. 1975
100
SERGIO TELLES - Pont De L’alma – Outono em Paris – 40 x 59 cm – OSM – Ass. CIE e Dat. 1979 “(...) A pintura de Sérgio Telles é uma exaltação à própria pintura. Exatamente numa época em que subverteram-lhe os valores, ele se manteve corajosamente fiel a ela, e, por isso mesmo, com talento e maestria, deu prosseguimento à tradição fundada por alguns mestres modernos como Bonnard e Matisse.(...).” Ferreira Gullar - Rio de Janeiro, 1994
101
SERGIO TELLES - Festa no Mangue/RJ – 60 x 80 cm - OST – Ass. CID e Dat. 2009 Estudo desta obra reproduzido no livro do artista “Caminhos da Cor”. Reproduzida no catálogo da Exposição Individual realizada pelo artista em 2012.
102
SERGIO TELLES - Lavadeiras em Ponte da Barra – Minho, Portugal 15 x 19 cm – OSM – Ass. CID e Verso e Dat. 2003
103
SERGIO TELLES - Ruela em Kuala, Malásia – 15 x 19 cm – OSM - Ass. CIE e Dat. 1997
104
ENRICO BIANCO - O Pastor e as Ovelhas – 60 x 73 cm – OST – Ass. CID e Dat. 1949 “Bianco é, antes de qualquer outra coisa, um pintor. Isso não significa apenas um artista, mas um homem habilitado ao trabalho das cores e dos materiais. Não existem, em todo o Brasil, cinco (eu falei cinco) pintores do nível de Bianco. Em quantos pintores nacionais a cor apresenta aquela sutileza, a tela torna-se tão objeto, tão coisa palpável? Ele é senhor de seu instrumento de trabalho. Não há improvisação, não há brincadeira. Coisa rara, estamos diante de um verdadeiro profissional.” Jacob Klintowitz Trecho extraído do livro “A Arte de Enrico Bianco, Léo Christiano Editorial, apresentação de Pietro Maria Bardi, 1982
105
BAX - Fundo do Mar - 50 x 79 cm – OSTSE - Ass. CIE - Década de 1970
106
WIM VAN DIJK - Porto/BA - 38 x 46 cm – OST – Ass. CID e Dat. 1961
109
CONILLO - Abstração – 100 x 130 cm – OST – Ass. CID e Dat. 2002
113
LORENZATO - As Montanha de Minas - 51 x 41 cm – OSE - Ass. CID e Dat. 1992
115
MARIA HELENA ANDRÉS - Composição em Azul – 40 x 50 cm – AST – Ass. CID e Dat. 2001
117
EDÉSIO ESTEVES - Casario da Ponte dos Contos - Ouro Preto/MG – 73 x 60 cm - OST – Ass. CIE e Dat. 1979
118
JOSÉ PAULO MOREIRA DA FONSECA - Varanda com Toalha - 36 x 26 cm – OSE – Ass. PC Verso e Dat. 1973
119
ORLANDO TERUZ - Mãe e Filha – 60 x 50 cm – OST – Ass. CID e Dat. 1968 Catalogado no Projeto Teruz sob número 12 036 68 - Necessita de Restauro
120
PAULO GAGARIN - Dedo de Deus/Rio de Janeiro – 97 x 150,5 cm – OST – Ass. CID
121
CARLOS BRACHER - Vaso de Flores - 92 x 72 cm - OST - Ass. CIE e Dat. 2016
123
YVES SERPA - Variação II – 82 x 106 cm – OST - Ass. Verso e Dat. 2007
Noites
Paginação
Principais artistas
A. J. Bernardo (1)
Aguilon (1)
Alcides Marques (2)
Aldemir Martins (2)
Alexandre Rapoport (4)
Amilcar de Castro (7)
Antonio do Rosario (1)
Antônio Eustáquio (2)
Antonio Henrique Abreu Amaral (1)
Antônio Poteiro (2)
Armando Vianna (1)
Artur Pereira (2)
Bax (3)
Bianco (5)
Carlos Alberto de Araujo Filho (1)
Carlos Bracher (3)
Carlos Macedo (1)
Carlos Scliar (4)
Chanina Luwisz Szejnbejn (3)
Claudio Jose Tozzi (2)
Djanira da Motta e Silva (1)
Edesio Esteves Aguiar Nascimento (1)
Eduardo Sued (2)
Estevão (1)
Fani Maria Gomes Bracher (1)
Farnese de Andrade (3)
Fernando Correa de Mello Pacheco (1)
Fernando Lucchesi (4)
Gerson de Souza (1)
Holmes Neves (1)
Humberto de Araujo (3)
Ildeu Moreira (1)
Inima José de Paula (1)
Irma Renault Coelho Lessa (5)
Ivan Marquetti (1)
Jarbas Juarez Antunes (2)
Jorge Leite (1)
Jose Assunçao (2)
Jose Paulo Moreira da Fonseca (1)
Jose Pedrosa (2)
Julio Hubner (1)
Juracy Mello (1)
Kozo Mio (1)
Lorenzato (3)
Luiz Carlos Coutinho (2)
Luiz Chaves (1)
Luiz Costa (1)
Manabu Mabe (1)
Marcio Schiaz (2)
Marcos Garcia (1)
Maria Christina Parisi (1)
Maria Helena Coelho Andrés(4)
Marina de Oliveira Nazareth (1)
Mario Mariano (2)
Maurino de Araujo (1)
Mauro Costa (1)
Mauro Lucio Ferreira (2)
Milton Dacosta (1)
MONICA SARTORI (1)
Narciso Conillo Martins (2)
Nello Nuno de Moura Rangel (1)
Ney Tecidio (1)
Noemia Motta (1)
Olimpia Couto (1)
Olinto Aráujo (2)
Oliver (2)
Orlando Teruz (1)
Oscar Horácio Palácios (1)
Oswaldo Teixeira do Amaral (1)
Paulo Gagarin (1)
Pedro Guedes (1)
Pedro Luiz Correia de Araujo (1)
Pindaro Castelo Branco (1)
Pitágoras -Pitagoras Lopes Gonçalves (1)
Raymundo Felicíssimo Colares (1)
Rene Nascimento (1)
Ricardo Ferrari (6)
Roberio Bahia (3)
Roberto Magalhães (2)
Roberval Antonio da Cunha (1)
Romero Francisco da Silva Brito (1)
Rubens Vargas (1)
Rui de Paula Santos Filho (1)
Sara Ávila de Oliveira (1)
Sebastiao Eduardo (1)
Sérgio Ferreira de Souza (1)
Sergio Martinolli (1)
Sergio Nunes (1)
Sergio Telles (6)
Silberto Sete Silva (1)
Simeao Neto (1)
Sinval Fonseca (1)
Sylvio Pinto (1)
Tomas Brando (1)
Tomie Ohtake (1)
Tony Lima (2)
Virginia de Paula (1)
Wilde Damaso Lacerda (2)
Win Van Dijk (3)
Yves Serpa (2)
Institutos
apóiam
Contato
Telefone: (35) 99948-4697 / 99935-4693
E-mail: suporte@iarremate.com
Onde estamos
Rua dos Andradas, n.240, sl.8
São Lourenço - MG
CEP: 37470-000
© iArremate - Portal de Arte (2013-2016) - powered by PPSW
Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta página da web pode ser reproduzida de nenhum modo, ou por qualquer meio, sem a prévia autorização por escrito de iarremate.com.
O uso ou cópia não autorizada de qualquer conteúdo deste site, incluíndo contas de usuários ou produtos oferecidos resultará no cancelamento permanente da conta.